Carta Aberta à População de São Paulo em Defesa do Plano Diretor e do Processo Híbrido de Participação Social

Leia a carta aqui (documento PDF)

Comentários

    • Vanda Cristina Santos
    • 7 de outubro de 2021
    Responder

    Sou moradora na zona leste de São Paulo; com minha família e vizinhos simpáticos. Ao logo de vários anos convivemos com um depósito de ferros velho extremamente nocivo à saúde de
    nossos moradores; inclusive em tempos de chuvas e ventos fortes voarem pedaços de ferros para várias direções , gostaríamos que fossem tomadas medidas de contenção deste estabele-
    cimento; e não sabemos se há algum alvará de funcionamento. A região está entre Av. Antonio Manograsso com Rua Alves de Almeida. Bairro Vl. Formosa.

    Grata

    • Fernando Nowikow
    • 4 de outubro de 2021
    Responder

    Fiz inscrição em todas as plataformas criadas para revisão do PDE. No entanto, mesmo após mais de 10 audiências realizadas… não recebi absolutamente nenhum comunicado.

    Importante esse cuidado para não terem questionamentos de falta de participação e transparência.

    Obrigado pela atenção.

    • Ana Silvia Sedana Bueno Maddock
    • 1 de outubro de 2021
    Responder

    Sou contra a verticalização de Pinheiros, Vila Madalena, Vila Beatriz a arredores. Estamos sofrendo muito com as obras de altos edifícios na Alves Guimarães, Capote Valente e arredores. Mais casas. menos edifícios.

    • Rubens Toneto
    • 28 de setembro de 2021
    Responder

    Rever o zoneamento da quadra da Rua Nelson Fernandes X Rua Anita Costa X Rua Onze de Fevereiro x Rua Gal. Manuel Vargas no bairro do Jabaquara, ao lado do terminal de ônibus, hoje o zoneamento é ZER-2 , um absurdo!! uma vez que fica ao lado de um terminal de ônibus, principalmente as Ruas Nelson Fernandes e Anita Costa deveriam ser ZEU !!!

    • Marcia helena duque
    • 27 de setembro de 2021
    Responder

    Acho de suma importância que a nossa região tenha melhorias nas moradias e na mobilidade a população! A vinda do trem a nossa região fez crescer ainda mais a população aqui, porém não temos polos de trabalho. As pessoas ainda se deslocam é muito a outras regiões para trabalhar.
    Me espanta a região ao redor dos mananciais como aqui na pedreira a nova avenida a construção de prédios e Mais prédios de moradias, está absurdo este crescimento, abafando os bairros de casas.
    A nova ponte deve ser pensado em terminar a obra que acaba dentro do bairro do jardim primavera! Um absurdo, sendo que tem como abrir a avenida ao lado dos trilhos!
    Existem grandes espaços que podem ser cedidos à instituições como a que eu faço parte por exemplo, para dar aulas as crianças ao lado do trem, que ficaria fácil par as famílias trazerem as crianças. Hoje mal temos local para realizar as aulas de esporte.
    Os vereadores da região nada tem feito de substancial para a população, o parque telefunken mesmo, não saiu do papel, e poderia ser uma área utilizada para mostrar a população a preservação do ecossistema é até em uma parte temos hortas conpartilhadas, assim a população e as crianças principalmente poderiam ser preparadas para o futuro! E ainda ajudariam a tomar conta do local.
    Ideias temos muitas, mas vejo que infelizmente as grandes construtoras estão desmedidamente tomando conta da avenida nova Miguel Yunes, infelizmente, e bem ao lado das reservas mananciais. Espero poder ter contribuído de alguma forma como moro na região desde que nasci. É possível crescer sim, sem a desmedida crescente vertical. E como em grandes capitais pelo mundo, ter polos de serviços e produtos x moradias x mobilidade.

    • Ivanilda duarte
    • 28 de julho de 2021
    Responder

    Boa tarde.
    Coordenação
    Enquete via digital não está funcionando
    (Enviar ) não completa.
    Tentei para fazer teste.29/07/2021-as 12:33hs.5f.
    Desculpe.Obrigada.

    • Fatima Tassinari
    • 27 de julho de 2021
    Responder

    O plano diretor deverá contemplar moradias para os mais pobres com saneamento e transportes, na zona do Brooklin é preciso rever às moradias ao longo da Av Roberto Marinho.

    • FORUMCOMUNITARIO E CIDADANIA/FO.C.C.
    • 16 de junho de 2021
    Responder

    a proposta do plano diretor estrategico distritais do municipio de sao paulo/ P.D.E.D.M.S.P.
    JA ENVIADO EM 2016-2017-2019 A S.M.D.U.RB.GAB2016

    • Priscila Lopes da Silva Souza
    • 10 de junho de 2021
    Responder

    Meu nome é Priscila Lopes da Silva Souza sou a presidente da associação comunitária vaninho do Aurora eu acho que é muito importante essa parceria com o plano diretor das subprefeitura dos seus bairros

    • Priscila Lopes da Silva Souza
    • 10 de junho de 2021
    Responder

    Eu sou Priscila Lopes da Souza e o plano diretor é muito importante essa parceria com as subprefeitura dos seus bairros

    • Patricia arruda Apolinário
    • 5 de junho de 2021
    Responder

    Cuido, de famílias totalmente carentes e todas as áreas de necessidades extremas, gostaria muito da ajuda de vcs.
    Preciso, principalmente de cestas básicas.
    Desde já muito obrigado!

    • FRENTE COMUNITARIA E CIDADANIA/F.C.C.
    • 4 de junho de 2021
    Responder

    A RECLAMAÇAO DO CALENDARIO DAS PLENARIAS MUNICIPAL E REGIONAIS-2021, DO TEMA DO PLANO DIRETOR DO MUNICIPIO DE SP.
    QUANDO VAMOS PODER PARTICIPAR, AS PROGRAMÇAO-2021- NA REGIAO CENTRO-SP.CAPITAL
    SP.04.06.2021 AGUARDO OS MANIFESTO DE V.SRAS. CMPU.2021
    EMAIL; fcc2014@hotmail.com coord. geral rubens marcelino

    • Eduardo Akioshi. Yizuka
    • 28 de maio de 2021
    Responder

    É a primeira vez q estou participando!!! Não tenho nenhuma experiência a respeito!!!

    • Márcia Cristina Barbosa Teixeira
    • 29 de abril de 2021
    Responder

    Somente organizações podem participar , uma simples cidadã não poderá? verifiquei que a unica opção de cadastro é para organizações.

    • Igor Rossini Santana
    • 29 de abril de 2021
    Responder

    Olá! Meu nome é Igor Rossini Santana e eu moro no bairro da Luz, e ando percebendo muito descaso contra edificios antigos nessa região. Há pelo menos 2 anos ouve a demolição de uma fachada centenária não tombada no número 230 da Rua Florêncio de Abreu, e acho que todos os edificios antigos deveriam ser tombados, poís boa parte deles tem muíta história e merecem ser preservados.
    Más a região do Centro histórico de São Paulo não é a única região onde ocorre esse tipo de descaso, os bairros que sofrem recentemente muito descaso contra edificios antigos são o bairro de: Campos Elíseos, Perdizes, Mooca, Brás, Belém, Santana, Penha, Vila Alpina, Itaquera, Vila Matilde, Vila Guilherme, etc… Esses só são alguns dos bairros onde ocorrem demolições e descaso contra edificios antigos. Essa situação se resolve simplesmente com a reformas e tombamento desses edificios. Tomara que esse problema seja resolvido rapidamente pois esse problema já se espalha pela cidade a pelo menos 5 ou 4 décadas, agradeço a compreensão de todos, uma ótima tarde a todos!!

Deixe um comentário